segunda-feira, 30 de junho de 2008

Depois dos temporais ...




Noite turbulenta ... como nos sentimos impotentes diante da doença, não ter o que fazer por quem tanto amamos (quem me deu a vida, me ensinou a falar, a gostar de música, me levou para os bares e os camparis), tentar aceitar o fim ... Por mais que me prepare , tenho doutrina para essa aceitação, mas não dá!
É complicado para mim edói muito ... Não quero falar claramente...
Essa ansiedade... Não saber o que vai acontecer e como? Se vou estar junto ou não? Força e paciência é o que preciso nesse momento...
Bia, Marcos e Giovana, perdão pela ausência, mas meu Pai precisava de mim ...
Essa letra é para me dar força e seguir em frente ...
Foto linda (alusiva) : estou vendo novos caminhos e uma nova luz...
E mais uma vez, parabéns para a minha princesa Ana Luiza (eu te amooo).

Sempre viveram no mesmo barco
Foram farinha do mesmo saco
Da mesma marinha, da mesma rainha
Sob a mesma bandeira
Tremulando no mastro
E assim foram seguindo os astros
Cortaram as amarras e os nós
Deixando pra trás o porto e o cais
Berrando até perder a voz
Em busca do imenso,
Do silêncio mais intenso
Que está depois dos temporais
E assim foram seguindo em frente
Fazendo amor pelos sete mares
Inchando a água de alga e peixe
Seguindo os ventos
As marés e as correntes
O caminho dos golfinhos
A trilha das baleias
E não havia arrecifes
Nem bancos de areia
Nem temores, nem mais dores
Não havia cansaço
Só havia, só havia azul e espaço...


(Ivan Lins/Vitor Martins)

1 Comment:

+paulo said...

sou paulo, moro no Pará mas sou de minas gerais. AMO ESTA MUSICA e amei perdidamente vc, sua sensibilidade e sentimentos. LINDO DEMAIS! Neste domingo chuvoso aqui do norte, eu tremendamente só, andei procurando esta musica, digitei os 1ºs versos e te encontrei Carmen. Me deu o dia, parabens. Abraços, Paulo. Temos sentimentos, ganhos e perdas semelhantes. Exclusiva01@msn.com

 
Template by CriaRecria - Todos os direitos reservados!